O governo Bolsonaro é essa lástima. Atrapalhado em si próprio, ontem conseguiu colocar sua frágil base no Congresso contra si após desmentir informações de suspensão de cortes na educação que parlamentares aliados divulgaram após ouvirem do próprio presidente. Além disso, em uma tratorada que colocou Novo e PSL de um lado, e todos os demais partidos do outro, o ministro da educação foi convocado para sabatina na câmara em pleno dia de manifestações pela educação no país.

Os atos de hoje, portanto, tem um potencial de gerar muita dor de cabeça no governo e a depender de sua dimensão pode forçar o governo a recuar nos cortes, emparedá-lo, e creio eu, derrubar o ministro e mesmo deixar o presidente nas cordas para futuras manifestações e pressão de outros setores.

Hoje é dia de ir às ruas contra esse governo! Procure sobre o ato na sua cidade, que ocorrerá em todas as capitais e em várias cidades do interior do país!