Estamos na expectativa de uma espécie de pacote de reforma universitária que o governo deve anunciar nessa semana. Na pauta, alunos pagando mensalidades, professores com contratos precarizados, e tudo mais para retirar o Estado do financiamento do ensino superior e passá-lo a empresas e aos próprios estudantes.

O MEC e o IPEA andaram discutindo modelos que apontam para esse futuro, e a Marina Avelar escreveu uma thread no Twitter sobre a principal influência para esse programa, o ECR da Austrália. Segue o link:

https://twitter.com/marina__avelar/status/1150150183461822464

E ficamos atentos para evitar tamanho retrocesso no ensino superior público brasileiro.